VASOS PARA VÁCUO

O vácuo é um espaço onde não existe matéria. Para gerar o vácuo é preciso de equipamentos específicos. Quando retiramos toda a matéria de um recipiente teríamos o vácuo perfeito ou absoluto, (o vácuo perfeito teria pressão zero), mas este feito não é possível na natureza, devido a incapacidade técnica dos equipamentos e bombas atuais. No Sistema Internacional de Unidades (SI), a unidade para a pressão de vácuo é o pascal (Pa), mas também muitos engenheiros usam as unidades mm/H20 (milímetros de água ou mm/HG (milímetros de mercúrio)).

Onde o vácuo é utilizado?

 

O vácuo é utilizado para diversos fins, sejam eles industrias, hospitalares, para filtragem de gases, para processos térmicos, etc.

Para manter o vácuo é preciso de tanques, vasos ou recipientes de vácuo. Estes equipamentos são projetados para suportar a pressão externa, cujo qual tem o mesma direção e magnitude da pressão de vácuo. Os critérios de projeto e fabricação são os mesmos de um vaso de pressão, que são projetados conforme a norma regulamentadora NR-13 e norma internacional ASME VIII D1. Mais especificamente, os parágrafos da ASME VIII divisão 1 que tratam sobre este dimensionamento são UG-28, UG-29, UCS-28, UCS-29. Lembrado que estes parágrafos são apenas para vasos de vácuo com material de aço carbono e baixas ligas. Para outros materiais de construção, outros parágrafos pertinentes deverão ser aplicados.

Ensaios não destrutivos (END), assim como os vasos de pressão interna, também devem ser aplicados a vasos de vácuo, como por exemplo líquido penetrante, ensaio visual de solda, ultrassom, raio x entre outros, todos eles também governados pelo código ASME.

O padrão de fornecimento para tanques, vasos ou recipientes de vácuo são estabelecidos pelo cliente, ou seja, podem existir vários formatos, volumes e especificações. A Metal Cruzado projeta reservatórios para vácuo conforme a necessidade do cliente, oferecendo assim a forma mais adequada de equipamento para cada situação.